quinta-feira, 31 de julho de 2008

O 31 de Julho

É só para lembrar aos interessados (e aos outros também, porque não...), que hoje "é o melhor dia para casar sem sofrer nenhum desgosto", já toda a gente sabe porquê. E agora ia escrever "que o digam a Marta e o Mendes", mas não escrevo, porque ela era bem capaz de dizer, e ia ser aqui uma sem-vergonhice desgraçada... ;)

(queria pôr aqui a música, mas não a encontrei, e sem que eu perceba porquê, os vídeos no YouTube também não corresponderam, mas como eu sei que todos vocês a têm no computador (caso contrário, façam favor de se sentirem indignos do ar que respiram :P ), ouçam-na a vosso bel-prazer ;) )

terça-feira, 29 de julho de 2008

Pó pi pá ron pó pi pá rê

"E mais uma onomatopeia para quê?", perguntam vocês. Ora, para dar a conhecer a quem não conhece (e pelos vistos a quem conhece :P ), esta grande *risos* cidade que é Vila Nova de Famalicão, à qual os senhores do Modelo andam, erradamente, a chamar de Famalicão... *incultos*
Até parecemos uma cidade a sério xD


NOTA: o murcãozinho que aparece a dizer o porquê de irmos ao Modelo, tanto quanto sei, não é de cá, mas que foi escolhido a dedo, lá disso ninguém duvida...

sábado, 26 de julho de 2008

Shap shu ra ra ran


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com


Para aquelas pessoas que se metiam comigo quando eu dizia que o hino Francês me fazia lembrar esta música (tomem, seus incultos! :D );
Porque ando absolutamente viciadona nos Beatles (e de quem é a culpa? ;) );
E porque estou feliz, não sei porquê (mas já aprendi a não duvidar nem por em causa as coisas quando elas estão bem).

OK, e porque, ainda que utopicamente, :D

(ui, que estou a ficar muito melada... Oo )

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Simon's Cat




aqui está mais um video deste fantastico gato :)

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Bang Bang

Ainda te admiras?

Tens dois dedos encostados à fronte, feitos pistola numa qualquer realidade, à espera que um acaso lhes materialize uma bala dentro, a qual não verás quando te penetrar na carne, levando-te à frente imagens e pensamentos, misturando-te memórias e vontades,
num emaranhado de sangue, ossos, massa cinzenta, nessa papa inerte que nada vale agora cujo movimento lhe é forçado, sem teres tempo de pensar na vida que foi.
Para já, são só dois dedos.

Ainda te admiras?

Quantas vezes te fugiu o chão debaixo dos pés? Quantas vezes uma montanha-russa se desenhou no mais plácidos e inimaginável dos lugares, e uma descida vertiginosa sem saíres do sítio, te levou o coração à boca, te apertou o estômago, te descontrolou a adrenalina?
Quantas dessas vezes te esqueceste de apertar o cinto?

Ainda te admiras?

Quanto ódio cabe numa pessoa tão pequenina? Quanta dor, quanto arrependimento? Quanta força?

Ainda te admiras?

Quantos olhos precisas para ver o que está lá; quantos dos que tens terias que dispensar para não ver o que não está?

Ainda te admiras?

Quantos pecados até a absolvição final? Quantas penitências impedem a entrada directa no Inferno?


It's with your sins that you have killed me
Thinking of your sins I die

Thinking how you'd let them touch you

How you'd never realise

That I'm ripped and hang forsaken

Knowing never will I rise

Again










domingo, 13 de julho de 2008

Acorda menina linda, vai oferecer o teu sorriso ao dia que acabou de nascer...

Each new day brings with it a new set of lies. The worst are the ones we tell ourselves right before we fall asleep. We whisper them in the dark, telling ourselves we're happy; or that he's happy. That we can change; or that he will change his mind. We persuade ourselves that we can live with our sins; or that we can live without him. Yes, each night before we fall asleep we lie to ourselves in a desperate, desperate hope that come morning, it will all be true.

sábado, 12 de julho de 2008

Tonight I have to leave it


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Meeesaa!!!

E para o jantar, hoje temos... Spaghetti!

video

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Pronúncias

Descobri por mero acaso - fruto esse que da árvore da Ciência nascido, é o patinho feio da família -, a razão de ser das pronúncias.
Ora então vejamos, sabeis vós que o Mundo se encontra dividido em zonas no que diz respeito ao fuso horário:
Seja ela a Hora Média de Greenwich, GMT; o GMT+1; o GMT-2; ou o seu sucessor, o Tempo Universal Coordenado (UCT). As pronúncias seguem uma distribuição do género, mas na horizontal.
Reparem: comecemos por Espanha. Todos lhe conhecem a pronúncia melodiosa, a forma rápida de falar. À medida que nos vamos aproximando do Portugal, vai-se perdendo a rapidez e a sonoridade do apalavreado. Temos a língua Mirandesa lá num cantinho, o delicioso sotaque nortenho por esta zona, as tias de Cascais e os seus trejeitos de boca mais lá para baixo. Nas ainda-nossas-mas- só-lembradas-para-o-que-dá-jeito ilhas, temos (e reparem como tudo se encaixa), nas situadas mais perto d'África, o falar com a boca toda, resquícios da zona do dito continente, e nas mais lá para o meio do Oceano, influenciados quiçá, pelos peixes, temos o arquipélago do dicionário incompreensível, dos sons semi-prisioneiros de lábios quase fechados. Chegados às Américas, voltamos a ter a sonoridade do Brasil, Argentina, e demais países latinos.
Resumindo: temos então melodia decrescente de Espanha até aos Açores, e novamente impulsionada do outro lado do Atlântico. Estão a imaginar um mapa mundi com umas curvas tipo bossas-de-camelo, não estão? Com uma bossa em Espanha e outra na América, e o lombinho nos Açores. (Acho bem que estejam, que eu com o meu grandioso jeito para o desenho, aliado ao Paint, era mais provável que saísse uma vaca alada com reumatismo, do que qualquer coisa perceptível assim ao nível desta dissertação).

E pronto, assim me despeço, esperando escapar, pelo menos mais desta vez, a uma qualquer Autoridade de Saúde Pública que me descubra e me encarcere...

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Thinking About You


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com


terça-feira, 8 de julho de 2008

Os Rambóias

Senhoras e senhores, meninos e meninas, é com incomensurável prazer, orgulho no que é nosso, e um daqueles sorriso nos lábios, como só coisas destas conseguem fazer brotar, que este blogue vos apresenta... Os Rambóias!!!


E perguntam-me vocês "Magnânime Bila, Senhora da Verdade, da Razão e de mais ninguém, como é possível que tamanha maravilha do panorama musical Português tenha permanecido incógnita até agora?" Pois não sei. Mas um facto é que acho que Santos Populares, Romarias em geral e afins e, quiçá, numa atitude de instantâneo devaneio, Queimas, têm perdido muito com o não conhecimento deste grupo. Eu, que nunca os ouvi, digo que nem isso é preciso! Basta olhar para eles... Aliás, de cada vez que eu penso em rambóia, vem-me logo à ideia moliceiros (em terra, que é mais estável), homens com bigodinho e de camisa amarelo-pálido apertadinhas até cima, e senhoras com almofadinhas nos ombros do casaco e sandalinha da moda, de fivela!
De mais a mais, propaganda não lhes faltou, já pois que no longíquo ano de 1998, Os Rambóias lançaram um calendário, cuja frente já vos dei a conhecer (já repararam que estão três deles a olhar para um lado e os outro três a olhar para outro? Tantos deviam ser os paparazzi!), e cujo verso já de seguida se vos desenrolará perante os olhos:

Este conjunto típico que conta já com oito, sim oito! gravações comerciais, faz mais festa na sua festa, e a mais não são pois obrigados!
É este tipo de coisas que dá luz aos meus dias. Estou maravilhada!

quinta-feira, 3 de julho de 2008

A raiva na ponta dos dedos

Não gosto de fotografias digitais. Não se podem rasgar...

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Votação

Caríssimos! Não sei se se lembram de, aqui há tempos, vos ter feito saber que este vosso muito querido blog estava inscrito no Super Bock Super Blog Awards. Pois é chegada agora a altura das votações, e era mesmo giro se vocês não só votassem, mas arranjassem mais gente para votar! :D (é clicar ali em baixo no símbolo, e com pouco mais que nada, fica feito). E só assim, na base do incentivo, o prémio são €3000, e se eu os ganhasse, podia fazer-vos muito felizes ;)

Gondomar! Gondomar! \o/

terça-feira, 1 de julho de 2008

E o que andam a fazer com o Fado

Se o Fado era triste sina, arrebatava corações com melancolia, tristezas e afins, felizmente que alguém teve a coragem para lhe mudar o terrível destino que lhe havia sido traçado...

Os Fado em Si Bemol e os Deolinda andaram a brincar com ritmos e sonoridades. E saiu uma coisa muito boa. Convido-vos a visitarem os myspace deles. No entanto, deixo-vos aqui uns cheirinhos do que vão encontrar ;)

Fado em Si Bemol, A Moda das Tranças Pretas



Deolinda, Fado Toninho