segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Porquê? II

Porque é que os médicos jeitosos foram todos parar às series de televisão, não sobrando unzinho sequer para a gente? Não fosse o meu dentista, que me faz abrir a boca mais por espanto que necessidade, e eu perdia a fé em toda a classe médica no que toca a atributos... de outro modo, interessantes.

É que é médicos e pacientes! Que até estes últimos na TV e no cinema são todos arranjadinhos e sabem falar mesmo quando não percebem nada de nada nem entendem o palavreado médico-científico. Os de cá, não! Queixam-se dos "diabretes", do "castrol", das "amburróidas", da "tensão" que "não desce para baixo dos 13", "que ainda há dias vim ter aqui às urgências com a tensão a 21... 'Tava com uns nervos filhos da put@!", que fazem o choradinho todo "ai que fui operada", "ai que estou toda pisada", "ai que se me incham os pés", "ai que me doem os joelhos", e mal vêem o home a passar do lado de fora, levantam-se como às vezes até a mim me custa, e até se esquecem de usar a muleta que vai desvairadamente pendurada no braço, remédio santo, ora pois, que já nem se coxeia sequer!

A arte já não imita a vida. E enganaram-me bem! Sacanas...

2 comentários:

Caia disse...

Ideal, é ficar longe desses "jeitosos".

Dispenso médicos e hospitais!

who's yo' mama?! disse...

E eu, e eu! Mas, como diz a minha mãezinha, "o que tem que ser, tem muita força".