terça-feira, 31 de maio de 2011

Ai Portugal, Portugal

Portugal não é um país atrasado porque falta tinteiros para imprimir processos nos Tribunais. Não é um país atrasado porque em pleno século XXI ainda havia (há?) povoações sem água canalizada, nem porque se fazem greves quando afinal a razão porque se as convocaram já não existe, mas tal não foi comunicado. Não. Portugal é um país atrasado por causa deste sinal:


Há possibilidade de caírem pedregulhos na via pública? Há. Vamos fazer alguma coisa para o evitar? Não. Vamos antes pôr um sinal a avisar que tal pode suceder para evitar processos penais, e vamos esperar pelo melhor. Porque a) não se pode mexer com a Natureza, porque ela sabe o que faz, e se pôs pedregulhos soltos nesta encosta, é porque é a ordem natural das coisas; e b) a TVI precisa de matéria informativa, diacho! Calha de cair um ou outro, e calha de ir mesmo a passar naquele momento a carrinha com os putos para a escola, e quê?, íamos esperar que viesse a Fátima Campos Ferreira fazer o levantamento dos prós e contras da coisa? Não!

A sério que queremos ser um país com "P" grande? É que às vezes não parece mesmo nada...

8 comentários:

Ribossoma disse...

o que é mais barato, por um sinal "perigo" ou resolver o problema!? ;)

who's yo' mama?! disse...

Mais barato, mais prático, mais fácil...

Ribossoma disse...

e acabaste de descrever uma vertente da técnica muito utilizada pelo povo Português: "desenrascanço"
é essa a nossa mentalidade, daí lá fora se estarem a falar de tomates, pipinos e o alface e aqui se andar a falar de nabos à algum tempo...

who's yo' mama?! disse...

...deixarem-se falar os nabos há algum tempo ;)

Ribossoma disse...

se Espanha está a pedir dinheiro à União Europeia por causa dos pepinos, não pode Portugal pedir ajuda por causa dos, nabos?!

who's yo' mama?! disse...

Não há subsídio que pague isso...

Pusinko disse...

P de palerma, País Palerma :/
Nãos ei se as pessoas querem mesmo um país com P grante, P de Portugal...

who's yo' mama?! disse...

Pusinko, então é por isso... Bem visto!