sexta-feira, 16 de julho de 2010

Faltam 4 dias!

Para quê?, perguntam vocês (e muito bem, permitam-me que vo-lo diga).
Para o 4º Campeonato Mundial de Rugby Universitário, respondo-vos eu.

E porque é que isso tem honras de post? (bolas, pá! Vocês hoje estão com a pertinência a escapar-se-vos dos poros!)
Antes de mais, porque é em Portugal; segundo, mas não menos importante, porque é nessa grande cidade que é o Porto; 3º, porque o desporto universitário, naquilo que me é dado a ver, em Portugal, é uma caca, e consequentemente, ninguém lhe liga nenhuma e eu gosto de, volta e meia, ser a mola impulsionadora e mafaldista para certos assuntos; e 4º, porque há quem se meta nestas coisas.

O quê?! Tu?! Rugby?!
Olha, e porque não? Físico não me falta! A ver se fosse preciso tirar terra e relva dos
pitons duma chuteira, se eu não o fazia com uma eficácia invejável!

-_- (em itálico)

Xiii, se os olhares matassem...

Mas não. Por muito que eu pudesse gostar de praticar rugby (que não, não gostava), não é isso que me leva ao WUC. Vou sim ser voluntária no evento.

Ai mas que fashion! Que solidárias que estamos! Que simpáticas, que giras que somos!
Não, nem é por aí. Sou, isso sim, uma cachopa muito dada, muito mergulho-de-cabeça-e-logo-se-vê-no-que-dá, muito "iei, desporto, uh uhh!!!" e muito prendada, acima de tudo, prendada. Quero mesmo que percam uns segundos a pensar qual a função que os organizadores acharam que melhor pandan fazia comigo e com as minhas capacidades inestimáveis!
Não, a sério, por favor...

...

Guia. Eu vou ser guia.
Eu já confessei aqui que a) já houve quem dissesse que eu devia ser guia turística "quando fosse grande" e b) que bem que o devia ter sido porque à quantidade de informações que dou na rua pelo menos recebia qualquer coisinha em troca (e não somente o receio de ter enganado turistas...)
Um facto, é que já o fui um bom par de vezes. E quem foi "guiado", gostou. Mas isso não ia estampado nem tão-pouco nas entre-linhas da ficha de candidatura!

O "problema", meus caros, é que aparentemente não há gente por aí aos pontapés a falar Francês. E por muito que eu sublinhe, vincule, berre que o meu Francês está a anos-luz de ser uma das 1000 maravilhas do Mundo, quando as houver, ninguém me liga nenhuma, e escolhem-me como guia da equipa de... Marrocos.

O meu maior receio? É que convençam a minha mãe a trocar-me por dois camelos...

7 comentários:

Caia disse...

Portugal não tem tradição em Rugby como alguns países da Europa, mas gostei de os ver cantar o hino com todo o afinco e ainda por cima saíram vencedores... em vez das ajudas para o futebol, podiam apoiar estas equipas, que merecem bem mais a relva que pisam!

Não podes ser trocada por camelos, depois quem vem aqui escrever?

who's yo' mama?! disse...

Os futebolistas são os que menos fazem e os que mais colinho têm! Os que realmente se esfalfam e suam a camisola e muitas das vezes acabam por trazer medalhas para Portugal (atletismo, ciclismo, rugby, canoagem, ...) não têm sequer uma colher para levar a comida à boca quanto mais a papinha toda feita! É um ultraje!

É pelo menos nisso que eu espero que a minha mãe pense: no polegar oponível e nos dedos separados ao invés de cascos ;)

ME disse...

Fica sabendo que vi!
(nada a ver com este post) Que vi com muita atenção a Jessica Augusto a correr na Diamond League em Paris de França ao som do meu pai que repetia vês, eu bem te disse que a namorado do Eduardo é uma grande atleta, vês? Para mim é das melhores.
Quando ela terminou gritei : who's yo' mama?! (não, não gritei ;))
(a ver com este post) Gosto imenso do pessoal do rugby, pelo menos da nossa querida seleção, que sua a camisola e que joga por ela.

Beijinhos, bom fim de semana!

Caia disse...

Tens um selo no meu respiro ;)

who's yo' mama?! disse...

No geral: peço desculpa pelo tempo que correu entre os comentários e agora a minha resposta...

ME: quem é bem capaz de gritar "who's yo' mama?!" é a própria da Jéssica! ;) E parafraseando o senhor teu pai, "vês, eu não te disse que a Jéssica era grande atleta?" :)

Quanto ao pessoal do rugby, há alguns mais simpáticos que outros, mas mete-nojos há em toda a parte, e não vale a pena falar de quem não merece. A nossa selecção masculina é muito porreira e lutadora. Merecem tudo de bom!

E obrigada pelos votos de bom fim-de-semana. Foi, de facto, e espero que o teu também...

Caia: Já cá ando há uns aninhos nestas andanças da blogosfera, mas no que toca a selos, estou tão perdida como o Roberto na baliza do SLB. Mas vou-me informar bem informada, e fazer tudo o que me compete e direitinho! ;)
Posso é agradecer já, que acho que é coisa boa :D

Martinha disse...

UP hein? e Fcup? :P o mundo é pequenino... (isto penso eu, por andar a ler o blog de trás para a frente :D)

espero que te tenhas dado bem com o francês!

who's yo' mama?! disse...

É o melhor nome para dar a uma taça, aliás! Eu que sou uma depravada só tinha dado ainda conta de que para além da Faculdade, também há soutiens com a mesma designação (copa F ou F cup para quem não me estiver a perceber).

De mais a mais, conheci altas entidades da UP!

Quanto ao francês, comme ci, comme ça ;)