quarta-feira, 27 de julho de 2011

A Mercearia

Diz a dita mercearia, com um cartaz afixado na porta: É favor deichar as mochilas à porta.

Meio da tarde, cheio cheio cheio, que se a taxa de natalidade diminuiu, não foi certamente há 13/17 anos, que eles são mais do que cogumelos proliferando-se em sítios húmidos, salvo seja!

Diz a Raquel: Aqui é tudo bom... Menos a gramática.

E pumba, a juventude toda escancarada a rir! Nunca pensei que eles percebessem a piada...

Raquel, a divertir o povo desde... tempos imemoriais.

4 comentários:

Pusinko disse...

Isso é mais grave do que o meu post de hoje sobre uma ronda curta aos comentários dos jornais online... está afixado para todos verem.

Mas o sítio vale por si, já é bem bom!

Ribossoma disse...

Acho que fizeste rir os miúdos e graúdos com essa!

Ana FVP disse...

É bom sinal terem percebido!

who's yo' mama?! disse...

Pusinko, de certeza que o objectivo do senhor é tornar os putos mais expeditos e atentos ;) Mas, mesmo que não seja por isso, sim, vale pelo resto!

Ribossoma, uns mais exuberantemente que outros.

Ana FVP, é muito bom sinal, mas uma surpresa muito grande também, pelo que se tem visto...